Dietoterapia

É o ramo da Medicina Chinesa onde os alimentos são empregados por suas
qualidades terapêuticas e preventivas, sendo uma importantíssima aliada ao
tratamento de pacientes, prevenção de doenças e promoção da longevidade
com qualidade de vida.
Prática de prevenção e tratamento de doenças através do uso de alimentos naturais. A partir dos conceitos da Medicina Tradicional Chinesa, a dietoterapia emprega os elementos Yin Yang na alimentação e no preparo dos alimentos, ou seja, considera sempre a energia de cada alimento.
Tem uma ação mais lenta, permitindo a ingestão prolongada de determinados alimentos. É por isso que normalmente ela é indicada no tratamento de doenças crônicas, incluindo a prevenção e manutenção da saúde. Também pode ser aplicada em casos agudos com excelentes resultados.
Um dos princípios fundamentais da Dietoterapia Chinesa é o equilíbrio entre as energias Yin e Yang, que são opostas e complementares. Os alimentos são uma alternativa eficaz de interferir nesse processo de interação entre as duas energias, corrigindo-as quando necessário.
Segundo a dietoterapia, todos os alimentos possuem valor energético e devem ser consumidos de acordo com a deficiência energética do paciente. Os alimentos  classificados como Yang aumentam o calor do corpo, ou seja, aceleram o metabolismo, enquanto os alimentos Yin diminuem o calor do corpo, promovendo sua desaceleração. Isso explica porque, em geral, os alimentos Yang são altamente energéticos, especialmente ricos em energia proveniente das gorduras, enquanto os alimentos Yin costumam ter uma porcentagem maior de água.
Segundo a filosofia oriental, é necessário que a pessoa faça uso dos dois tipos de alimentos para manter o corpo em equilíbrio. Isso quer dizer que uma pessoa que come em demasia alimentos Yang está mais propensa a sofrer de acne e mau-hálito, enquanto uma pessoa com falta de alimentação Yang pode ter sérios problemas de letargia ou anemia.
Para verificar que tipo de dieta cada pessoa deve seguir, é avaliado o estado de saúde do paciente, a natureza dos alimentos adequados para sua recuperação e o clima ou estação do ano, adaptando a alimentação. O ideal é preparar o paciente para lidar bem com as mutações do dia a dia, prevenir doenças e aumentar a qualidade de vida.